6 de fev de 2010

Zumbis de Call of Duty invadem o iPhone

Zumbis saem por todos os lados, loucos para comer o seu cérebro. Desesperado, você pega a primeira arma que enxerga e senta o dedo em qualquer direção para fugir deles.Eis uma breve descrição que resume muito bem o game tridimensional Call of Duty: World at War: Zombies. Originalmente conhecido como um modo extra do jogo Call of Duty: World at War (2008), a fase foi lançada no mês passado em uma nova versão para o iPod Touch e iPhone.

Desde então, é um dos games mais populares na loja de aplicativos da Apple. Não é por acaso: a qualidade gráfica do título é impecável, comparável com a de jogos do PSP. A história é bem simples e a ação acontece dentro uma casa abandonada, cercada de zumbis por todos os lados.

Sua tarefa é eliminá-los sempre que eles entram no recinto, que deve ser protegido com a construção de barreiras nas janelas. Toda vez que isso é feito, ganham-se pontos cruciais para a compra de munições e para a abertura de novos cômodos da residência. A jogabilidade é um pouco complicada. Do lado esquerdo da tela há um joystick virtual, que serve para caminhar para frente, para trás e para os lados. Abaixo há o item de uma faca, essencial para aqueles momentos em que os zumbis estão quase mordiscando a sua cabeça. Na parte direita estão os botões de mira e de atirar. No alto tem um painel para a troca de armas. Muita informação para uma tela de 3, 5 polegadas? Sim, mas é essa dificuldade que faz de Zombies algo tão desafiador e prazeroso.

É um jogo complicado, que não permite ser salvo até que se termine uma das rondas. Às vezes há tantos alvos para se atirar que nem se enxerga direito a tela do aparelho, devido ao número de dedadas aplicadas nela freneticamente. No modo single player, a tarefa não é fácil. Às vezes aparece uma horda de zumbis, com mais de oito de uma vez só. Como as armas pesadas demoram muito para serem carregadas a cada disparo, o jeito é sacar a pistola e mirar na cabeça dos mortos-vivos, algo que conta pontos e ajuda no surgimento de itens especiais – matar os zumbis com apenas um tiro, por exemplo.

Já no modo multiplayer as coisas ficam mais simples e divertidas. O grande barato do game é a sua plataforma online. Via conexão Wi-Fi, há modos cooperativos que permitem a inclusão de até quatro jogadores ao mesmo tempo, o que ajuda muito na matança. Via Bluetooth dá para jogar com duas pessoas. Dentre os extras do jogo há bastante informação útil: pode-se acessar a um ranking e conferir quem são os melhores jogadores, além de checar dados detalhados sobre o seu progresso.

Call of Duty: World at War: Zombies é o segundo título publicado pela Activision nessa plataforma móvel e vale o preço salgado (US$ 10 por um arquivo de 16MB), já que as atualizações com novas fases e mapas são freqüentes, ou seja, o game não ficou estagnado. O sucesso do jogo é tanto que foi lançada nesta semana uma versão lite, para ser baixada gratuitamente. Não deixe de testar.

* Matéria publicada no Virgula

Nenhum comentário: