24 de nov de 2009

Chico Barney: 'o blogueiro dos sonhos do Interbarney é o Oscar Maroni'

Em tempos em que os blogs parecem perder espaço para sistesmas de comunicação mais instantâneos, como o onipresente Twitter, e se tornam mais uma ferramenta de republicação de conteúdo aleatório da internet, surge na rede brasileira um projeto vintage, old school, que busca trazer à tona a blogosfera dos seus tempos de glória.

Idealizado pelo redator e roteirista Chico Barney, o portal de blogs Interbarney, clara referência ao Interney, de Edney Souza, parecia uma brincadeira no começo, mas hoje cresce em ritmo impressionante. Em quase 4 meses de vida, já colaboram com o site 30 blogueiros dentro de 21 blogs. No começo, os autores eram de páginas que fizeram sucesso no começo desta década. Agora, os colaboradores são novos talentos da rede, como humoristas e desenhistas, além de jornalistas e escritores com certa relevância dentro e fora da web.

O cardápio das páginas ali hospedadas é variado. Tem lugar para falar de seriados, criticar o conteúdo da TV aberta brasileira ou até mesmo fofocar sobre ícones masculinos. Isso sem falar de blogs do passado que foram ressuscitados e da presença de Cersibon, autor das tirinhas mais nonsenses que a internet brasileira já presenciou.

Barney, com o humor ácido e irônico de sempre, conversou sobre o Interbarney. Seu filho de sucesso, que na semana passada inaugurou um novo servidor devido à média de 10 mil visitas que o portal vem registrando todos os dias.

Como sempre, a pergunta clássica: de onde veio a ideia de criar o Interbarney?
Nasceu de uma epifania. Daqui a algumas semanas, eu, Moskito, Ronald Rios, Rafael Capanema, Daniel Lima... Seremos todos blogueiros da década passada. Somos o passado do futuro e isso não poderia continuar assim, eu não quero ser ultrapassado pelas próximas gerações, nem pretendo voltar à moda apenas em 2030. Então o Interbarney surgiu como uma maneira de perpetuar nossa influência e amplificar nosso poder junto à juventude brasileira e às proximas gerações.

Como foi/ está sendo a seleção dos blogueiros e dos blogs?
Ou a gente coopta projetos campeões, como o Cersibon, e traz para nosso seio familiar, ou partimos de conceitos inovadores criados por nós mesmos e arranjamos blogueiros que tenham tudo a ver com essas propostas. É o caso do Papo Ereto, Bombril na Antena e NetGeo.

Como o Edney Souza, do Interney, reagiu ao portal?
Já estamos muito acima de qualquer pequena briga de "portais de blogs". Nossa briga é com a Brasil Telecom, que é dona do IG, que é quem hospeda o Interney.

Qual sua opinião sobre posts pagos, algo tão comum hoje? Já surgiram propostas de empresas que desejam anunciar dentro do portal?
Estão surgindo propostas interessantes. A grande jogada é que as agências estão nos vendo como uma parceira na criação de conteúdo, usando blogs patrocinados dentro do portal. Estamos em fase de negociações com três. Post pago é algo fora da nossa alçada, acreditamos é na elaboração de conteúdo diferenciado para empresas descoladas. Um adendo: o Interbarney vai muito além de um portal de blogs. É uma reunião de cabeças pensantes, uma nova era da Renascença. A empresa que apoia uma iniciativa como essa é praticamente um mecenas do século 21, e estamos felizes com as ofertas que estão nascendo para 2010.

A ideia de criar blogs em que as pessoas geram conteúdo, em vez de apenas republicar algo que encontram na web, como essa nova geração blogueira, é algo obrigatório para quem deseja entrar no Interbarney?
Estamos nadando contra a corrente, sempre. Essa pratica de "chupinhamento cultural" é muito anterior à blogosfera, vem desde o Silvio Santos. O que nos interessa é criar material novo, mas que também tenha interesse popular. Um exemplo é o sucesso do Cersibon, 100% original, e tão encaminhado por aí quanto qualquer besteira de "you'll shit bricks".

Está sendo difícil trazer para o portal escritores que já ganham a vida escrevendo, como jornalistas e roteiristas?
Os medalhões acham importante ter uma vitrine como o Interbarney, pois podem acabar conseguindo uma vaga de redator na Globo ou um programa na MTV. Isso tem acontecido muito! (Explicação para a piada: Arnaldo Branco recentemente virou roteirista do Casseta & Planeta, e a dupla Ronald Rios e Erik Gustavo, da Badalhoca, terão um programa semanal na music television a partir do ano que vem).

Você recebe muitos e-mails de pessoas querendo participar do Interbarney?
Temos uns 30 autores, todos especialistas em três ou quatro vertentes do conhecimento humano, passando desde os erros de gravação nas novelas da Record até a pós-parapsicologia comentada. Recebo pedidos de adesão praticamente todo dia. Os que são defenestrados eu mando pro Bobagento publicar, ele funciona como nosso coirmão sem qualidade.

Quais as novidades que você pode adiantar para a gente?
Nas próximas semanas, devemos ter algumas novidades na área de esporte, sempre muito cobrada, e também de videogame, que a criançada curte muito. Sempre com o viés Interbarney da coisa. O que me dá mais orgulho é ver que, uma galera que já tinha amizade, agora tá sendo vista como realmente um grupo. Ver os leitores nos vendo como uma marca de qualidade, de pioneiros. E de estarmos associados à personalidades tão díspares, quanto Arnaldo Branco e Lucas Celebridade, e ainda assim tudo fazer sentido. Somos, com certeza, um portal bem humorado, mas não exclusivamente de humor. Gosto de pensar que estamos todos "à vontade". Tanto o Genérico, do Daniel Lima, quanto a fase racional do Rafael Madeira (Cersibon), demonstram nossa pluralidade.

Quem é blogueiro dos sonhos para o Interbarney?
Blogueiro dos sonhos é o Oscar Maroni. O cara tem muita história pra contar e possui o melhor blog em atividade. Sem contar os lugares onde conseguiríamos entrar de graça!

Nenhum comentário: