9 de mar de 2009

Não veja Lost sem mim


Quando o carioca-blogueiro-comediante-estrelinha da MTV Ronald Rios hospedou-se em minha nobre residência, presenciei uma grande prova de amor vinda da parte dele.

Era quarta-feira, o dia da premiere americana da 5ª temporada de Lost, com DOIS NOVOS episódios pululando pela internet. Madrugada, os vídeos já estavam armazenados no meu computador, e aquela vontade SECA de assistir à trama após um hiato de quase um ano.

Nessa, o Ronald, amante à moda antiga, recusou-se a compartilhar a experiência que eu, @filipeserrano e @erikgustavo estávamos tendo. O pequeno gigante de 2 metros de altura enfiou a cara num notebook, meteu um fone de ouvido profissa nos escutadores de tango e ficou escutando a seleção musical do iPod do Erik enquanto curtíamos o seriado fazendo caras-e-bocas.

Ronald resistiu a essa tortura psicológica bravamente. Tudo, para dois dias depois, assistir Lost juntinho de sua amada.

Lembrei dessa história ao ver o vídeo LOST (Without You), com a Lea Thompson (De Volta Pro Futuro). O curta do Funny or Die é uma história do amor nos tempos de Lost: a mulher está no trânsito, louca para logo estar em casa e ver o novo Lost com o seu marido - que, como bom feladaputa, já o está assistindo sem ela saber. O problema é que ela não consegue chegar a sua residência nunca, pois um monte de acontecimentos bizarros começam a acontecer ao seu redor.

O vídeo nem é tããão engraçado, mas o tema é ótimo. Casais que são fãs do seriado veem o filmete e se identificam na hora. Eu, por exemplo, só comecei a assistir Lost porque minha ex-namorada era aficionada pelo treco e ficava falando do negócio o dia inteiro - o que me excluía de altas conversas. Demorei para dar o braço a torcer, mas também viciei na parada rapidinho.

Se um de nós dois visse um novo episódio de Lost sem o outro saber, mano, era briga na certa! Era traição que não tinha perdão...



Nenhum comentário: