5 de ago de 2008

Pirrrrp

Hoje eu peguei um ônibus de Sorocaba para São Paulo. Falando sério: um cara veio durante todo o caminho conversando pelo seu Nextel. O pessoal tentando dormir, ler, conversar... E aquele tiozinho com aquele tijolo na mão fazendo pirrrrp (sou péssimo de onomatopéias).

Quando eu ouço esse barulhinho, o Nextel Chirp, que significa que a transmissão está sendo feita, fico nervoso na hora. Por muito tempo me incomodava o NokiaTune. Eu ODEIO quem põe esse toque no seu celular. É patético. Ouvi-lo nos filmes não me afeta, pois é uma propaganda da empresa finlandesa. Agora, na vida real? É tão idiota como comprar um Motorola e deixar de toque aquele HELLOMOTO, que, convenhamos, é um baita ringtone de viado.

Mas o Nextel é pior. Nele há algo imbatível: o fato de a pessoa que tem um desses aparelhos fazer o maior escandâ-lo para conversar com quem está do outro lado da linha. Já repararam que todo mundo que tem um Nextel berra? E, pior, não houve o que a outra pessoa está gritando também?

No ônibus de hoje foi assim.

- FALA, MEU!
Pirrrrrrrp
Chiado do outro lado.
- OI, NÃO TÔ TE ESCUTANDO!
Pirrrrrrrp
Chiado do outro lado.
- FALA DE NOVO! QUE TEM O CAMINHÃO??
Pirrrrrrrp
Mais chiado.
- SAQUEI! AVISA O FULANO QUE EU TÔ CHEGANDO EM UMA HORA!
Pirrrrrrrp

Eu sei que esse walkie talkie moderninho é muito útil para uma empresa ou família enorme. Hoje os Nextel estão cada vez mais com a cara de celulares: fininhos e com recursos multimídias. Mas, porra, será que ninguém inventa um serviço desses de rádio que não exige que um berre com o outro? E, por favor, que tire esse pirrrrp dos infernos?

Como protesto, deixo abaixo para vocês ouvirem o gangsta rap Nextel Chirp, de Maceo. Se liga no som e aumenta o volume que é rap du bom!



Nigga don't hit me on the Nextel chirp
If your tryin to conversate about some motha f**kin work
Nuh uh playa don't hit me on the Nextel chirp
If your tryin to conversate about some motha f**kin work
Why?

Nenhum comentário: