11 de ago de 2008

Carioquices Um

Sexta-feira estive no Rio para uma reportagem. Bate-volta, fui de manhã e voltei à noite. Na hora do almoço, escolhi um botequim chique de Ipanema, o Conversa Fiada.

Só entrei lá porque achei o lugar bem bonito, tinha uma baita TV de plasma exibindo o best of da abertura da Olimpíada e na lousa pendurada na parede havia um rabisco dizendo que o prato do dia era o Medalhão com Arroz à Piemontese. Bem chamativo.

Como bom paulista em terras cariocas, fiquei nervoso com o péssimo atendimento e com a demora para um simples refrigerante chegar a minha mesa. Deixei tudo isso de lado, pois a comida estava bem boa.

Na hora da sobremesa, fiquei entre o Pudim de Leite na Cachaça e o sorvete de doce de leite da Häggen-Dazs. Como não estava a fim de ficar torto de cachaça na hora do trabalho, optei pela segunda opção, imaginando que por 8 conto comeria uma taça com uma bolota do gelatto.

Nada. O garçom põe na minha frente um potinho (inho mesmo, não do tamanhão aqui ao lado) com uma colher de chá em cima. Fiquei olhando para aquilo pasmo. Gente, eu pedi um sorvete, não um Danoninho! Sem sacanagem: fiquei olhando para as paredes, procurando por uma câmera escondida.

Nem, só era aquilo mesmo.

Abri o potinho e enfiei a colherinha no sorvete - congelado ainda por cima.

Carioca é ótimo para sacanear turista, principalmente em restaurantes. Mas o fast food com 10% ainda continua imbatível.

Nenhum comentário: