27 de mai de 2008

Dani, a feia

Está todo mundo comentando o feito da brasileira Sandra Corveloni, que faturou o prêmio de melhor atriz em Cannes, por Linha de Passe.

Legal, viva. Bacana mesmo.

Mas vem cá: ninguém conhece a mina aqui no Brasil, lá fora nem se fala. Quando eu vi a foto de uma mulher ao lado do diretor Walter Sales recebendo o prêmio de melhor atriz, quase cai para trás.

Nossa! É a Beth, a Feia!

Aí eu li a legenda e vi que a mulher ali não é a Sandra, mas a Daniela Thomas, que também dirige o longa. Ahhh...

O.K., a Daniela Thomas é competente. Como cenógrafa tem uns trabalhos ferrados (Avenida Dropsie) e tem se saído bem na direção ao lado do Walter (vide seu filmete para Paris, te Amo). Mas, cara, esse é o tipo de pessoa que nasceu para ficar atrás das câmeras ou dos palcos MESMO.

Nenhum comentário: