15 de dez de 2007

Entre Franz Ferdinand, David Bowie e Guilherme & Santiago

Na lista dos melhores CDs do ano, não posso deixar de fora o ótimo Radio 1 Established 1967, uma coletânea que a BBC fez para comemorar os 40 anos da Radio 1. A idéia é simples e funcional: chamar artistas do momento para interpretar grandes singles das últimas quatro décadas.

A grande diversão em escutar o CD é tantar adivinhar quem é o verdadeiro interprete de tal música. Acertei várias, algumas não fazia idéia, mas uma, em especial, deixou este blogueiro com insônia por várias noites: Sound and Vision, com o Franz Ferdinand.

"Hummm... essa melodia não me é estranha, e eu gosto muito dela! Pior, eu acho a versão original muito legal!", ficava matutando. Todo mundo sabe o que é essa ótima sensação: não lembrar quem canta tal música.

Mas, como sou cabeça-dura, consegui resisitir a dar uma procurada básica no Google ou perguntar para alguém. Vasculhei CDs empoeirados, tentei a sorte no iPod... nada. Quase duas semanas depois, já um pouco esquecido do fato, acabei finlamente ouvindo a verdadeira Sound and Vision. Foi ao acaso, ouvindo no ônibus um CD do David Bowie.

Pô, fiquei assustado! Não sou um grande conhecedor do Camaleão, gosto muito de umas 10 músicas do cara, e Sound and Vision nunca entrou nessa lista. Fiquei nervoso por alguns minutos, até me senti um pouco um bom entendedor de música, afinal, lembrar de uma canção do David Bowie é melhor do que, sei lá, saber o repertório musical inteiro do Claudinho e Buchecha (o que eu sei, cóf, cóf).

Porém, o meu lado brega falou mais alto na semana passada. Estava eu, andando pela rua, quando escuto de um radinho de pilha: "Sobre a luz do seu olhar se esconde um mistério/ Eu falo Sério!" Arrepiei. Era daí que eu adorava Sound and Vision! A música ganhou uma roupagem sertaneja sensacional, chamada Magia e Mistério. Na verdade, ela nem é uma versão - apenas o refrão da música caipira se utiliza da melodia do riff de Sound and Vision. Aí sim utilizei do Google para descobrir a quem é a dupla caipira que originalmente fez a versão, mas tem uma penca de autores: Guilherme & Santiago, João Bosco & Vinícius, Cesar Menotti & Fabiano... Quem souber, dá um toque, mas isso nem importa muito.

Então fica aqui a lição para Seu Jorge e Nenhum de Nós: aprendam abaixo como "traduzir" uma música de Bowie com catiguria:

Nenhum comentário: