25 de mai de 2007

O "punch" (punctum) da Isabelli Fontana


Uma das poucas coisas que eu lembro de ter lido na faculdade foi o livro “Câmara Clara”, de Roland Barthes. E o que me chamou a atenção na sua obra foi sua definição de uma sensação que ele define por "punch" (correção: é punctum).

O "punctum" é uma sensação única que temos ao ver uma imagem, aquele detalhe despretencioso que te prende a atenção em uma foto. Exemplo: há muito tempo, eu e um amigo vimos uma bela sessão de fotos com aquela apresentadora Ana Luiza Castro. Em quase todas as fotografias ela estava de biquíni ou com a barriguinha de fora. Mas sabe o que nos chamou a atenção nela? O tamanho do seu dedão do pé. Era enorme!

Bem, isso é o "punctum".

Ao ver a nova edição da revista Trip, com a modelo Isabelli Fontana na capa, logo tive um punch. Meus olhos rapidamente se fixaram em sua barriga, mais especificamente na sua cicatriz de apendicite.

Pergunto: como eu nunca reparei nessa cicatriz antes?

Respondo: Photoshop.

O maldito programa da Adobe acabou com o "punctum". Quantas imperfeições hoje não são corrigidas? O olho de ressaca, a espinha na testa, a cicatriz da apendicite. Com uma rápida pesquisa no Google, vi algumas imagens antigas da Isabelli. É quase imperceptível a marca da cirurgia. Só olhando com muita atenção mesmo.

Eu sempre lembro do Photoshop quando recordo da vez em que aquela ex-BBB, Thais Ventura, foi promover uma peça de teatro que ela participava lá em Sorocaba. Isso em 2003, no cursinho. A garota tinha saído na Playboy alguns meses antes, era uma tremenda gatinha, mas lá, ao vivo, estava a maior rampeira. O meu "punch", no caso, foi ver suas estrias e espinhas em abundância.

Um "punctum" nada agradável, digamos.

Nenhum comentário: