8 de dez de 2009

O dia em que conversei com Deus (o do Twitter)


Dizem por aí que as pessoas não são mais apegadas à religião como antes. Que não conversam mais com Deus, que não leem mais à Bíblia... Bem, isso pode ser verdade. Mas, no Twitter, Deus goza de popularidade: tem mais de 130 mil seguidores e já abocanhou vários prêmios de melhor perfil da twittosfera brasileira.

Ao realizar comentários mundanos, misturando humor com religião, Deus, vulgo @OCriador, é um dos fakes mais divertidos da internet nacional. “Perto de Brasília, Sodoma era Disneylândia”, escreveu nesta semana, sobre os recentes casos de corrupção que atingiram a capital do Brasil. “Estou aguardando a chegada do Dinho para cobrar Meus 10% de todo esse Capital Inicial”, comentou há alguns dias, fazendo piada dos rumores sobre a morte do músico. “Este papo de orkut de ‘tenho um lado espiritual independente de religião’ não cola não, viu? Mando para o inferno!”, avisou aos seus seguidores na semana passada.

O perfil foi criado no final do ano passado, para promover o site SAC DIVINO, uma página de humor em que internautas deixam perguntas para o Todo Poderoso, que responde com um – desculpem o trocadilho – senhor sarcasmo. Existe todo um mistério por trás do autor de @OCriador. Para tentar descobrir, fiz duas entrevistas. Uma com Leo, o universitário de 24 anos que criou o personagem, e outra com o Deus do Twitter.

Entrevista com Leo

Como nasceu o perfil e qual sua relação com o SAC DIVINO?

O SAC DIVINO nasceu em outubro de 2008. E o perfil @OCriador em novembro de 2008, para divulgá-lo. É um hobby, uma diversão... Que tomou uma proporção legal e rendeu uns trocados...

Qual sua profissão real e onde mora? Sempre foi piadista?

Me formo em dezembro, em direito, pela Universidade Federal de Alagoas. Aprendi a fazer piada com o mercado jurídico...

De onde vem seu conhecimento para as citações bíblicas?

Por incrível que pareça, da Bíblia...

Fazer piada de religião já rendeu algum problema para você?

Alguns e-mails ofensivos, tentando me denegrir, que carinhosamente respondo com um "muito cristão da sua parte me julgar, não é? Nos veremos no inferno."

Por que os fakes do Twitter se tornaram tão populares?

Não são todos. Acho que alguns se tornam populares porque são minimamente interessantes, originais e divertidos.

Entrevista com o @ocriador

Notei que você fez uma tuitada paga, de uma marca de chicletes. Para que Deus precisa de dinheiro?

Para suprir a não quitação do dízimo de algumas almas incrédulas...

Inri Cristo, seu filho, tem blog, faz vídeos no YouTube, tem um site popular e vários perfis no Orkut. O gosto pela tecnologia então é de família?

Inri Cristo não é Meu filho reencarnado. Eu jamais deixaria Jesus regressar à Terra com a língua presa. Entretanto posso adiantar-lhe que o pessoal aqui no Céu se interessa muito por tecnologia. Eva, por exemplo, ontem acabou de chegar aqui com um Mac.

Em todas as competições que participa de melhor Twitter, o Senhor acaba ganhando. Não é covardia Deus entrar na disputa?

Filhos, quem são vocês para falar de covardia depois de terem amarrado, torturado, furado e pregado Meu filho em uma cruz?

O mundo vai acabar em 2012?

Amado filho, o Papai do Céu não libera spoiler. Em 2012, quem viver verá. OBS: ninguém.

A internet é algo divino?

Atualmente, apenas a internet em nuvem é divina. Nela dá para baixar santo via Torrent! Quando criei a internet, Meu objetivo era que nos finais de semana vocês ficassem em casa e, com isso, cometessem menos pecados. Até que veio a gestão opositora, presidida pelo Tinhoso, e lançou o Red Tube.

* Matéria publicada no Virgula


Nenhum comentário: