30 de jul de 2008

No Estadinhon

Faça você mesmo
Aos 12 anos, Luma Corrêa Alves quer ser artista plástica quando crescer. Não é algo comum entre seus colegas de 6ª série, que sonham em ser médicos, advogados,dentistas, veterinários ou bombeiros. Ela adora pintar e desenhar. Na escola, é sempre quem faz os trabalhos de educação artística, como a maquete de uma casa mal-assombrada. Habilidade para essas tarefas manuais Luma já tinha. Mas foi com um programa de TV que descobriu que realmente levava jeito para a coisa: o Art Attack, do Disney Channel.

"Agora mesmo estou fazendo um enfeite que ensinaram no programa. É uma caixinha em forma de árvore para guardar pequenas coisas", comenta.

O Art Attack é um programa bastante popular, que mostra que a arte está em todas as partes e que todos nós conseguimos criar algo artístico com qualquer material ao nosso redor. Um rolinho de papel higiênico pode virar um carrinho, uma garrafa pet uma nave espacial, etc. Além de despertar a curiosidade e estimular a criatividade, o programa dá lições de conscientização ambiental, como a importância da reciclagem.

Heitor Faria dos Santos, de 7 anos, vive fuçando o lixo de sua casa atrás de materiais que sirvam para tarefas aprendidas no Art Attack. "Fiz um jacaré de papelão bem legal que virou peso de porta", diz. Ele conta com a ajuda da mãe, Eliane, e gosta mesmo é de pintar.

Heitor não copia apenas aquilo que aprende pela TV. Gosta de saber só a técnica, como que faz. Já o trabalho final ele deixa do seu próprio jeito. Enrico Carrara de Camargo, de 6 anos, também. Fã de colagem (e do Art Attack), ele mesmo faz suas criações, como uma casa criada a partir de uma caixa de leite. Como é muito novo para ter um celular, criou um de papel, do mesmo jeito que "seu notebook". Até suas próprias fantasias ele faz! "Quero trabalhar com pintura para aprender a fazer mais coisas", empolga-se.

SASSÁ
Art Attack é o programa mais famoso do seu gênero, mas há outras opções na TV e até na internet. Na TV Rá Tim Bum, o 1,2,3, Agora É Sua Vez ensina brincadeiras a partir de cola, tesoura e canetinha, e como fazer dobraduras. No dia 4 de agosto, o Discovery Kids estréia Mister Maker (leia abaixo). No computador, o Professor Sassá põe toda quarta-feira um novo programa no seu site. "É preciso desenvolver na criança o pensar, não o repetir", ensina Sassá.

CONHEÇA O MISTER MAKER

Ele se diz uma pessoa muuuito alta, de cabelo espetado beeem engraçado e que usa roupas estranhas: seu colete de bolinhas e seus sapatos coloridos são itens que não saem de jeito nenhum de seu armário. A partir de 4 de agosto, no canal Discovery Kids, Mister Maker chegará ao Brasil com o seu programa, que ensina como criar arte a partir de materiais que existem em nossa casa. Principalmente aqueles que seriam jogados no lixo, como papelão e restos de macarrão.

Da Inglaterra, ele conversou por telefone com o Estadinho:

Como é o Mister Maker?
É um programa para as crianças que já se interessam por arte e querem saber mais. Mas que também quer falar com quem nunca se interessou por isso. A coisa mais bacana da arte é não ter respostas positivas ou negativas: todo mundo pode se divertir com ela e criar algo interessante.

O programa tem bastante efeito visual e você costuma brincar bastante. Para você, arte é uma grande diversão?
A nossa proposta é se divertir e se expressar criando arte. Esperamos que com o Mister Maker as crianças percebam que podem ir além do que acreditam. O programa é engraçado, usamos muita animação, pois se divertir e rir durante o processo artístico é algo muito importante. Também esperamos que as crianças repitam em suas casas aquilo que vêem em suas televisões e que isso encoraje a criatividade delas para que elas trabalhem com suas própriasidéias.

O que você pode destacar do programa?
Uma das coisas mais legais é quando produzimos arte com objetos diferentes, pois é bem comum nós usarmos canetas, lápis, papéis e tinta,o que é fantástico. Mas, quando criamos algo, por exemplo, com feijões e pasta de dente, fica bem mais interessante. Certa vez criamos uma fatia de torrada apenas com uma esponja de pia que seria jogada fora. Isso é algo legal: nós gostamos muito de reutilizar materiais que iriam para o lixo, pois têm um potencial artístico enorme! Isso será uma lição para as crianças brasileiras: como reciclar em casa e reaproveitar esse material. Começa assim, e depois você mesmo enxerga novos usos artísticos para ele.

Nenhum comentário: