3 de nov de 2005

Femônemo

O maior fenômeno da música brasileira tem nome: Jay Vaquer. Cantor e ator (não sabia disso, vi em sua comunidade do Orkut), o rapazote estava em primeiro lugar no Disk MTV de ontem. Uma façanha, digamos. O cara deve ser bastante popular, suas músicas não devem parar de tocar nas rádios, shows seus devem ser disputados com batalhas sangrentas pelos seus fãs. O cara é foda.

Mas faço aqui o desafio: alguém conhece alguém que goste do Jay Vaquer? Um amigo, parente, conhecido ou inimigo que tenha chegado para você em uma segunda-feira e tenha lhe falado, pondo a mão em seu ombro: "Cara, vi o show do Jay Vaquer ontem, e que beleza, rapaz!". O Jay Vaquer já tocou no Faustão? Suas músicas já viraram ring tune? Ele já foi atração de alguma promoção da Jovem Pan? A Danni Carlos já regravou algo dele? Resposta: não.

Então me expliquem, por favor. Da onde surgiu esse homem, que só aparece na MTV? Não é a primeira vez que ele lidera o programa das seis horas da tarde. Isso já aconteceu com outros três clipes feitos por ele - em um intervalo de uns três anos, acho. E ele também é figurinha do RockGol, aquela peleja organizada pelo canal para os músicos chutarem uma gorduchinha. Ele é famoso pelo "drible do Vaquer".

Sua comunidade do Orkut tem pouco mais de 1000 membros - até o Arcade Fire tem mais. Quem lidera o Disk MTV geralmente é a Pitty, CPM 22, essas coisas. E todo mundo conhece algo deles e suas respectivas imagens. Alguém já viu uma Capricho com o Jay Vaquer na capa?

Digam-me, ele não é o maior fenômeno da indústria musical tupiniquim? Se é fruto de jabá ou coisa que o valha, já é outro assunto.

Nenhum comentário: