21 de nov de 2007

Os pervertidos que se cuidem

No trabalho, o pessoal está testando o sinal da TV Digital. Duas TVs LCD full HD, vários conversores e o escambau. Cara, a imagem é impressionante, e a vontade que dá é a de atirar a TV de tubo prédio abaixo. Tipo, eu consegui ver as marcas de acne do rosto da Paula Toller, tamanha a nitidez exibida na tela de 42 polegadas.

Mas o que mais me chamou a atenção mesmo é a lerdeza para mudar de funções, como trocar de canais. Você clica e demora uns cinco segundos para ir da Globo para a MTV, por exemplo. Meio que rola um loading. Não sei se isso vai acontecer mesmo, mas, se rolar, vai mudar e muito a cultura do zapping.

Com o passar dos anos, eu fui ficando habilidoso com o controle remoto. Às vezes até brincava de ver quanto tempo eu demorava para ir do canal 1 ao 70. Era muito rápido. Minha tia sempre tira sarro de mim, porque eu sento no sofá, ligo a TV, e fico zapeando, vendo em menos de um segundo o que está passando em cada lugar. É coisa de um minuto. Daí eu levanto, ligo e computador e reclamo. "Não tem nada de bom para ver na TV..."

Com a NET Digital – quem tem sabe disso – essa brincadeira acabou. Para mudar de canal demora um bocado, tipo uns dois segundos. Isso acontece porque é preciso mostrar na tela que canal é aquele, que programa está sendo exibido naquele momento e qual será o próximo. Até o sinal configurar isso demora.

Vendo o pessoal mudar de canal com a TV Digital, eu brinquei. "Nossa, nunca mais alguém vai dizer: 'Fulano, liga agora no Faustão para ver o que está passando'". É sério, com essa demora de cinco segundos a cena já foi exibida e saiu do ar.

O Filipe aproveitou a onda e deu uma de mestre. "Pô, imagina o moleque que vê Sexytime com a porta fechada? Se alguém entrar no quarto ele está ferrado."

Realmente, tem uma molecada que vai sofrer bonito com essa tal TV Digital.

16 de nov de 2007

Que time é teu?

Jornalista é um bicho maldoso, adora deixar piadinhas sublimares em textos ou fotos. O Lance! é especialista nisso, e seu auge aconteceu no começo desse ano, quando o time do São Paulo perdeu o primeiro jogo das semifinais do Campeonato Paulista para o São Caetano.

A partida foi 1 a 0 para o time do ABC, com um gol contra de Richarlyson. Ah, o diário esportivo não deixou barato. Pegou uma foto do jogador são-paulino cabeceando contra o seu próprio gol e escreveu em letras garrafais: "Richarlyson, que time é teu?"

Como diria meu pai, "essa é mais velha que andar pra trás".

Lembrei dessa história ontem, ao ler uma matéria sobre, adivinhem, o Richarlyson. Estava no site do Estadão, e o atlteta falava que deseja permanecer no São Paulo até o final do ano que vem. Legal, beleza, mas olhem a foto que o sítio resolveu pôr para ilustrar a reportagem:

Maldade pura.

13 de nov de 2007

Quanto vale o post?

Eu não sou um blogueiro famoso. Nunca fui de colocar no ar 10 posts por dia, e tampouco adotei o modelo de ficar divulgando minha página pessoal entre outros blogueiros.

Estou falando isso porque está cada vez mais difícil ler um blog brasileiro hoje em dia, que é famosinho e tals, e não se deparar com uma droga de propaganda escondida. O Jesus, me Chicoteia!, que eu leio desde o começo, entrou nessa onda. O cara me fez um post relembrando o hilariante episódio do "cabelo de beterraba", que foi publicado no ótimo livro Balde de Gelo, escrito por ele e pela jornalista Daniela Macedo.

Poxa, estou lendo a historieta hoje, dou risada, e leio no final: "Por que lembrei dessa história? Oras, por quê! Porque surgiu a oportunidade de ganhar uns caraminguás com esse assunto. A Dove está com uma promoção nova, com prêmios e não sei mais o quê. Para participar, basta clicar no selinho ao lado e responder a pergunta 'Qual foi a maior loucura que você já fez para tratar os cabelos?"

Caramba, eu fiquei puto! Perdi dois minutos do meu tempo lendo uma propaganda! Pelo menos o Marco teve a honestidade de colocar no final do merchandising "Pronto, ganhei um dinheirim. Estou feliz". Legal, cara, mas estou me sentindo enganado da mesma forma.

Deixo claro que não tenho nada contra blogueiro ganhar uns trocados com a sua página. Quer colocar um banner do Submarino ou um AdSense do Google no site? Meu, vai em frente. Recentemente o seriado Gossip Girl, que está estreando no Warner Channel, criou um Twitter para falar da série. Sua forma de divulgação foi colocar um banner nos blogs mais famosos do País. Durante todo o dia, o Twitter do seriado fica escrevendo microposts de fofocas sobre esses blogueiros. Até isso eu relevei, apesar de achar patética tal estratégia de marketing.

Porém, tem blog que era muito bom e agora virou um outdoor. É um tal de "veja esse vídeo, que é sensacional". Aí você clica no link, cai no YouTube, e se depara com um marketing viral (antes era assim, hoje nem se esconde mais que é propaganda). Tem uns blogs que, de cada cinco posts, um é para vender o peixe de determinada empresa. Mas e aí, onde que fica a qualidade do conteúdo? Vale a pena ganhar uns trocados e perder alguns leitores – cativos, em sua maioria? Afinal, creio que não seja só eu que reclamo desse fato e depois deixa de ler tal página.

Está foda, de verdade. Depois o Estadão faz uma propaganda satirizando os blogs e esse mesmo pessoal fica bravinho.

12 de nov de 2007

Solta o frango!

Já viram o novo comercial do iPod Touch? O.K., eu sei que essa notícia é tããão semana passada, mas só agora deu para escrever sobre isso, ora!

Então, a música que toca na publicidade é Music is My Hot Hot Sex, uma das mais legais do Cansei de Ser Sexy, vulgo CSS. Legal, né? O mais bacana é que a peça publicitária é inspirada em um vídeo amador, feito por um fã da banda e do tocador da Apple: Nick Haley. Pô, o resultado "profissa" é igualzinho ao caseiro, nem sei por que não usaram o mesmo trabalho do moleque de 18 anos. O NY Times deu uma matéria legal sobre a história em torno do pirralho, veja aqui.

Mas comercial mais legal é o do Nokia 5700, já viram? Passa na TV direto, fácil. Como trilha sonora, os caras tiveram a manha de colocar Solta o Frango, do Bonde do Rolê. Sen-sa-cio-nal! Só toca a parte do "Rolê, rolê, solta o frango e vem com a gente."

Juro que toda vez que eu vejo a publicidade eu torço para escutar aquela parte do "Antes de eu dar o edi eu jurava que era crente". Mas nunca dá certo, hehe.

6 de nov de 2007

Acabo de voltar da Argentina (to chique, benhê!) com uma gripe desgraçada. Preferi ficar um pouco por fora do que estava acontecendo por aqui e, ao chegar, leio duas notícias que merecem um post.

1) - Brasil vai sediar a Copa de 2014

É... Tipo, alguém não sabia? Há algumas semanas e realizei o sonho de ver um jogo do Flamengo no Maracanã, e na entrada do estádio tinha um outdoor assim: “Novo Maracanã, futuro palco da final da Copa de 2014”. Beleza, né?

E, realmente, o Estádio Mário Filho está bem bonito e apresentável. Eu assisti à partida das numeradas inferiores, onde antes ficava a Geral, com aqueles torcedores bizarros e que iam fantasiados para aparecer na Globo. Agora, meu amigo, lá tem cadeiras de plástico, com encosto, uma maravilha. Mas de nada adianta fazer isso, se o torcedor brasileiro ainda se comporta como se estivesse na arquibancada de cimento. Com a reforma do Maracanã, o campo foi meio que rebaixado, então dá para ver legal o jogo de qualquer lugar que você estiver – mesmo sentado. Falta explicar isso para a galera, que insistia em ver a peleja de pé, em cima das cadeiras!

Além de desconfortável, é apertado, mas ninguém parecia se importar com isso. Tive de ver a partida em pé, na escadaria. É mole?

2) - Marido de Susana Vieira pode perder o dedo

O.K., a Susana Vieira e seu marido só geram notícia bizarra. Primeiro, o cara pega uma garota de programa, leva para o motel, arrepende-se e quebra o quarto. Depois fala que teve um surto psicótico e não lembra de nada. Nessa, a Susana posa de coitada na Caras, enquanto o maridon está na rehab. Aí ele é liberado e sabe o que faz para reatar o casório? Tatua o rosto da esposa na barriga! E toca todas as revistas de celebridades mostrando o casal bonito na praia: ele exibindo um rosto bizarro na pança e ela exibindo seu abdômen lipoaspirado, cujo umbigo já está na traquéia.

E você acha que não poderia ficar mais tosco? Nãããõoo. O pastor-alemão dos dois é atropelado, ele vai salvar o coitado, leva uma mordida e deve perder um dedo da mão.

Pô, isso que eu chamo de macumba das bravas. O cara traiu a mulher e, sei lá, podia ficar brocha. Agora, perder o cachorro e, ainda por cima, um dedo, é muita sacanagem...